Compra Online
Descuentos y Promociones

También con Tarjeta Naranja
en Tienda Naranja

Distribuidores
en Argentina y otros Países

Recibe Reflexiones
en tu correo electrónico

 

Reflexiones en Video

Ver todos los videos

O alpinista

General | 3114 lecturas

Juan, um jovem de 25 anos, era alpinista profissional. Os perigos e a conquista
das alturas eram seu grande desafio e sua meta era conquistar os picos
mais altos. Desde muito pequeno tinha um grande sonho, chegar ao topo do
Monte Everest. Este sonho o levou a preparar-se durante muitos anos e quando
acreditava saber tudo e se sentiu preparado para a glória, decidiu lançar-se
à aventura.

Até aqui tudo estava bem, só havia um grande problema, este tipo de desafio
deve ser feito em grupos de pelo menos quatro pessoas, especialmente a escalada
do Monte Everest, que é uma das mais difíceis do mundo.

Mas Juan era um tipo muito orgulhoso e queria toda a glória só para ele,
assim, decidiu escalar sem nenhum tipo de companhia e assim cumpriu seu
desejo de figurar no livro dos recordes.

Uma manhã muito fria, quando, todavia não havia saído o sol, com passos
muito firmes como um verdadeiro profissional, começou a subir. Tudo transcorria
normalmente e Juan já imaginava suas fotos nas primeiras páginas dos
jornais de todo o mundo.

Mas, ao entardecer, se deu conta de um grande detalhe que não havia levado
em conta, essa noite não havia lua e a escuridão começava a invadir a montanha,
quando não havia chegado ao local de descanso, onde tinha que passar
a noite. Apesar desta circunstância tratou de manter a calma. Tudo era muito
difícil até que, de repente, uma pedra cedeu sob seus pés provocando-lhe uma
queda de cem metros.

Quando parecia que sua morte era iminente, sentiu um forte puxão em sua
cintura e ficou pendurado na corda que o sustentava. A noite era muito escura,
não se podia ver nada, e para piorar havia começado a nevar.

Juan estava assustado e gritou várias vezes pedindo socorro, mas só escutava
sua própria voz, por causa do eco da montanha. Quando tudo parecia perdido,
confiou-se a Deus e gritou com todas suas forças: Senhor… salva-me…
Senhor… tira-me daqui!…

Desde o céu se escutou uma voz como um trovão, que lhe dizia: –Bom filho,
atenderei a tuas súplicas, pega tua faca, corta a corda e estarás a salvo.

Juan escutou com atenção o que Deus lhe havia dito, mas duvidou e em lugar
de cortar a corta, agarrou-se a ela durante o resto da noite.
Pela manhã, os membros do grupo de resgate encontraram o corpo de um
homem congelado, pendurado e agarrado a uma corda… a somente cinquenta
centímetros do chão.

Jesus disse: «Eu sou a luz do mundo; o que me segue não andará nas trevas, mas
terá a luz da vida»
João 8: 12

«Não andes nas trevas, a luz de Cristo pode iluminar teu caminho, confia Nele e
curta tua corda quando Ele pedir, Ele sempre estará a teu lado para sustentar-te»

¿Disfrutaste la lectura? ¡Compártelo con alguien más!

Regala
un Libro

Envíalo
a un Amigo

Libro
de Visitas

Elige un Tema

Busca Reflexiones